24 de jan de 2010


A tua distância é a minha morte,
o meu suplício de entreabrir portas
que dão para o vazio das grandes ausências.

E não sei o que te diga,...
Esta noite dás-me a medida,
do desamparo pleno que em mim se acolhe.


( José Jorge Letria )

21 de jan de 2010

Não banalize o sentimento Amor.

Não use a palavra em vão,
não a pronuncie sem sentir!
Amor é muito mais do que uma
coisa banal dita a toda hora,
e sem ser verdadeira.

Vejo pessoas dizendo eu te amo
para pessoas que acabaram
de conhecer, e pouco tempo depois,
nem se falam mais,
então aonde foi parar o amor?

É preciso esperar o verdadeiro
sentimento aparecer,
e só com essa certeza, olhar
nos olhos e dizer:

Eu te amo.

Autora: Sandra Ribeiro



17 de jan de 2010


Tudo o que girava a minha volta,
agora não faz mais sentido.
Tudo o que me fazia sentir o coração pulsar,
é apenas a degradante rotina.
Eu tento conseguir mais tempo,
mas parece tudo desandar;
tudo está fugindo do meu complexo.

Estou perdendo a razão de tudo o que me deixa abalar,
a angustia fala mais alto do que o que me envolve;
mas tudo não passa de um centro
promiscuo que me deixa revoltada com a vida.
Quero desmascarar o dia,
mas ele não deixa saída para fazer
um planejamento, ele estraga o
tempo trazendo imprevistos desgastantes.
É como não ter certeza e sentir a verdade,
eu desprezo o que você pensa e dou
importância a minha vivencia sobre todos...

Autora: Marina Bromfild

7 de jan de 2010

Eu queria escrever pra você...

Saíram frases inacabadas, nada é bom o suficiente,
tentei decifrar meus sentimentos,
resumí-los; mas nada saiu.
Tentei falar sobre isso com as pessoas mas
não consegui romper uma barreira que ainda existe.
Parei; me olhei no espelho e percebi um brilho
que vem de dentro, é a minha companhia dentro de mim.
Em meio a tempestade, você é meu porto seguro.
É você que pulsa, que cresce e que me deixa sem palavras.
Não te conheço, mas ja te amo tanto...

Autora: Sandra Ribeiro

3 de jan de 2010

Tem certos momentos na vida...


Tem certos momentos na vida...

Que precisamos escolher um novo caminho a seguir,
nem sempre é o caminho mais fácil,
e nos perguntamos por que o escolhemos?
Podemos tirar disso uma lição,
ao vivenciarmos momentos bons e ruins.
Porque ser feliz todo o tempo é impossível,
mas buscar a felicidade pode ser feito
em qualquer parte do caminho que escolhemos.

Tem certos momentos que só queremos
alguém que nos acompanhe em nosso caminho,
e quando precisamos caminhar sozinhos
nos desesperamos, mas com a esperança
que logo ali em alguma curva
vai aparecer alguém que nos faça companhia.

Em um novo caminho,
podemos escrever uma nova história...


Autora: Sandra Ribeiro