14 de nov de 2010

Só não consigo esquecer...

Tua voz, teu sorriso,
teu abraço, tua maneira de
me amar e a tua capacidade
de me entender...


Autora: Sandra Ribeiro

25 de ago de 2010

Amor especial


O brilho dos teus olhos,
reflete a nossa felicidade.

A cada dia fica mais especial,
a cada dia descobrimos
mais prazer na companhia
um do outro.

É um amor seguro,
cheio de planos para o futuro.

» Sandra Ribeiro

14 de mai de 2010

Me ame apenas, me ame...


Me ame um dia de cada vez...
Não precisa me jurar
amor eterno, me ame aos poucos,
me ame a cada novo dia...

Me ame enquanto eu te fizer feliz!


Autora: Sandra Ribeiro

22 de mar de 2010

Se você souber perdoar...


Se você souber perdoar...

Me perdoa?

Perdoa por eu tentar te fazer feliz e não conseguir.
Perdoa por eu não me dar por inteiro.
Perdoa por eu ter errado e ter magoado você.
Perdoa por não saber viver sem a sua presença.
Perdoa por precisar do seu corpo desesperadamente.
Perdoa por querer a sua vida inteira e não a metade.
Perdoa por eu não conseguir mudar quem sou eu.
Perdoa pelos erros que ainda vou cometer sem querer.
Perdoa por pedir perdão e esperar que me compreenda.
Perdoa por não saber te amar como você merece.

Perdoa por eu existir e ter entrado na sua vida...


Autora: Sandra Ribeiro

12 de mar de 2010


Às vezes não há palavras...

Outras vezes há palavras,
mas a dor não cabe nelas.

E algumas vezes não as encontramos,
quando precisamos descrever de
onde vem a dor.


Autora: Sandra Ribeiro

4 de mar de 2010

Vem, vem!!!Deixa fluir!!!

Se libera, deixe que flua,
deixe a alegria tomar conta,
liberte-se, entre no clima
se joga, solta as mãos,
mexa o corpo, ouça o som!!!
Sinta a adrenalina invadindo
seu corpo, se aceite, se ame!
E não se contente com nada
menos do que a felicidade!



Autora: Sandra Ribeiro

24 de fev de 2010


Não vou medir as palavras.

Mesmo que a verdade assuste,
mesmo que meu ato magoe,
não vou guardar o que penso
dentro de mim.

Não vou mascarar sentimentos,
não vou iludir pessoas com
gestos superficiais.

Sem medo de ser eu,
sem fazer esforço para agradar.


Autora: Sandra Ribeiro
(não repasse sem a autoria)

20 de fev de 2010



Acho que pra quem escreve, uma coisa que dói muito
é ver pessoas invejosas e sem capacidade roubando as nossas palavras,
palavras que buscamos aqui dentro da gente,
e que por isso merecem ser respeitadas.
Encontrei o blog de uma INFELIZ E FRACASSADA,
onde tem um monte, um monte mesmo de palavras minhas,
e não só as palavras, ela pegou até as imagens
que eu posto nos meus blogs, só não teve a capacidade
de fazer o serviço completo e me dar os créditos.

Estou com raiva dela, mas a pena que eu sinto é maior,
sinto pena de quem me inveja,
de quem não sabe colocar pra fora o que sente e
precisa ROUBAR PARA SER NOTADA!!!

Fica aqui a minha homenagem a todos os plagiadores,
e a ela em especial, no link abaixo


Sandra Ribeiro, uma simples poetisa.

19 de fev de 2010


O mundo ainda existe sem você!

E quer saber?
A sua presença
já deixou de fazer falta!

Te esquecer era tudo que
eu precisava,
e acredite eu consegui!!!

Estou livre para viver
um novo amor...

Sem ilusões desta vez.


( Sandra Ribeiro )

17 de fev de 2010

Preciso de férias!


Preciso de férias mentais.
Viver às vezes cansa...

Quero me desconectar do mundo,
estar só comigo.
Preciso de paz, sossego
tranquilidade, serenidade,
preciso renovar as energias,
estravazar, gritar, correr,
me sentir livre emfim!

E voltar com mais coragem
e confiança para o mundo real.


Autora: Sandra Ribeiro

12 de fev de 2010


Escolhe teu diálogo e
tua melhor palavra,
ou teu melhor silêncio.
Mesmo no silêncio e com o silêncio dialogamos.


Carlos Drummond de Andrade

4 de fev de 2010


Aceite-me como eu sou.
Não venho com garantia...
nem tenho a pretensão
de ser alguém perfeito.
Toda a perfeição não posso ter.
Eu sou como você:
sou da espécie humana,
sou capaz de errar.
O erro não é falha de caráter
e errar faz parte da Natureza Humana.
Eu vivo.
Eu sorrio.
Eu também aprendo!
Meu conhecimento é incompleto.
Estou na busca o tempo todo,
nas horas acordadas e nas horas de sono.
Eu tenho um longo caminho a ser percorrido,
assim como você também tem.
Aprendemos nossas lições pelo caminho.
Atingiremos a Sabedoria.
Assim, por favor,
aceite-me como sou!
Porque eu sou só eu.
Apenas eu.
Não há ninguém igualzinho a mim no mundo.
Esta é a única garantia que dou.
É assim que eu me sinto.
Eu tenho um coração.
Abra-me e veja-o!
Por favor, cuide bem dele.
Ele é tudo que eu sou.
Apenas eu.

Autora: Sílvia Schmidt

1 de fev de 2010

Hoje acordei e lembrei do seu sorriso,
lembrei dos seus braços me envolvendo
e eu tinha segurança, não sentia medo de nada.
Lembrei da sua voz e meu coração disparou,
veio à minha mente aquelas palavras que
me animavam, que arrancavam os mais
espontâneos sorrisos.
Me lembrei dos seus olhos,
do brilho que havia quando encontravam os meus...

Mas estas lembranças foram se apagando,
quando me lembrei das lágrimas que
derramei, no instante que você me disse Adeus.

Autora: Sandra Ribeiro ( 14/02/1984)

24 de jan de 2010


A tua distância é a minha morte,
o meu suplício de entreabrir portas
que dão para o vazio das grandes ausências.

E não sei o que te diga,...
Esta noite dás-me a medida,
do desamparo pleno que em mim se acolhe.


( José Jorge Letria )

21 de jan de 2010

Não banalize o sentimento Amor.

Não use a palavra em vão,
não a pronuncie sem sentir!
Amor é muito mais do que uma
coisa banal dita a toda hora,
e sem ser verdadeira.

Vejo pessoas dizendo eu te amo
para pessoas que acabaram
de conhecer, e pouco tempo depois,
nem se falam mais,
então aonde foi parar o amor?

É preciso esperar o verdadeiro
sentimento aparecer,
e só com essa certeza, olhar
nos olhos e dizer:

Eu te amo.

Autora: Sandra Ribeiro



17 de jan de 2010


Tudo o que girava a minha volta,
agora não faz mais sentido.
Tudo o que me fazia sentir o coração pulsar,
é apenas a degradante rotina.
Eu tento conseguir mais tempo,
mas parece tudo desandar;
tudo está fugindo do meu complexo.

Estou perdendo a razão de tudo o que me deixa abalar,
a angustia fala mais alto do que o que me envolve;
mas tudo não passa de um centro
promiscuo que me deixa revoltada com a vida.
Quero desmascarar o dia,
mas ele não deixa saída para fazer
um planejamento, ele estraga o
tempo trazendo imprevistos desgastantes.
É como não ter certeza e sentir a verdade,
eu desprezo o que você pensa e dou
importância a minha vivencia sobre todos...

Autora: Marina Bromfild

7 de jan de 2010

Eu queria escrever pra você...

Saíram frases inacabadas, nada é bom o suficiente,
tentei decifrar meus sentimentos,
resumí-los; mas nada saiu.
Tentei falar sobre isso com as pessoas mas
não consegui romper uma barreira que ainda existe.
Parei; me olhei no espelho e percebi um brilho
que vem de dentro, é a minha companhia dentro de mim.
Em meio a tempestade, você é meu porto seguro.
É você que pulsa, que cresce e que me deixa sem palavras.
Não te conheço, mas ja te amo tanto...

Autora: Sandra Ribeiro

3 de jan de 2010

Tem certos momentos na vida...


Tem certos momentos na vida...

Que precisamos escolher um novo caminho a seguir,
nem sempre é o caminho mais fácil,
e nos perguntamos por que o escolhemos?
Podemos tirar disso uma lição,
ao vivenciarmos momentos bons e ruins.
Porque ser feliz todo o tempo é impossível,
mas buscar a felicidade pode ser feito
em qualquer parte do caminho que escolhemos.

Tem certos momentos que só queremos
alguém que nos acompanhe em nosso caminho,
e quando precisamos caminhar sozinhos
nos desesperamos, mas com a esperança
que logo ali em alguma curva
vai aparecer alguém que nos faça companhia.

Em um novo caminho,
podemos escrever uma nova história...


Autora: Sandra Ribeiro