29 de abr de 2011


- Não é a aparência menos jovem ou menos bela, 
mas sim o peso da inconformação com isso.

- Não é olhar para trás e ver que muito se perdeu por lá, 
mas deixar de notar o quanto se pode ganhar no "já".

- Não é ter alguns movimentos limitados por ela, 
mas sim não perceber que a vida continua em movimento contínuo
e equilibrado para cada fase de si mesma.

- Não é ser rejeitado pelos mais jovens, 
mas sim esquecer das vantagens que a experiência e a vivência sempre trazem.

- Não é ser esquecido em convites para festinhas de "embalo",
mas sim ignorar que é sempre tempo para se fazer da vida uma festa.

- Não é a tão frequente ausência de romantismo, 
mas sim a descrença no amor, que não escolhe tempo.

- Não é a frustração de ver-se excluído da chamada "moda jovem",
mas a não percepção de que bom gosto nunca sai de moda.

- Não são os finais de semana diante da televisão, 
mas sim a recusa em reconhecer que há outras alternativas
menos enfadonhas e repetitivas.

- Não é a crença de que o raciocínio torna-se mais lento, 
mas sim dar-se como incapaz para novos aprendizados 
e parar de exercitar a inteligência.

- Não é o dizer-se "realista", 
mas sim dar adeus aos sonhos ainda não realizados e desistir de sonhar.

Mas o grande e MAIOR preço que pode se pagar pela idade 
é desistir de si mesmo,
crer que a Vida se acabou quando ela mal começou. 

Autora: Silvia Schmidt 

27 de abr de 2011


Sinto uma íntima necessidade de que todos
participem da minha felicidade...

(J.G. de Araujo Jorge)

23 de abr de 2011


Não me canso de expressar o que sinto por você.
E fica mais especial a cada dia,
e com mais certeza de que estamos
no caminho certo.
Quando não é possível estarmos juntos,
lembro da sua voz, do seu sorriso e do seu toque
carinhoso em meu corpo.
Nesses momentos de saudade, fico imaginando
o nosso próximo encontro, meu coração dispara
espontaneamente e meus olhos brilham.

A quem devo agradecer a felicidade de ter um amor assim?

Autora: Sandra Ribeiro

21 de abr de 2011


Nós dois hoje, num silêncio tão nosso.
Nossa solidão lado a lado.
Um silêncio que emite um som,
um som mudo que levará ao fim.

Silêncio, a maneira que escolhemos
para dizermos Adeus.

Autora: Sandra Ribeiro 



16 de abr de 2011


Quando você menos imaginar,
eu estarei bem longe de você.

E nunca mais deixarei que suas
palavras me enganem.



Autora: Sandra Ribeiro

13 de abr de 2011


Apesar de tudo, ainda há amor...

Nos magoamos,
nos separamos...

Não sei se haverá reconciliação,
mas o amor ainda vive aqui dentro.

O meu eu interior, ainda necessita 
da sua presença.


» Autora: Sandra Ribeiro

10 de abr de 2011


Se melhorar, fica perfeito!

Quem diz que se melhorar estraga,
é porque não sabe que o bom é
querer sempre mais da vida!

Se melhorar, fica perfeito!


Autora: Sandra Ribeiro



6 de abr de 2011



Ainda que não haja,
mais nenhuma estrela no céu, 
com amigos, ainda teremos motivos
para nos surpreendermos e sorrirmos.

Um amigo verdadeiro,
nos encoraja a seguir em frente,
ainda que o caminho não esteja
tão iluminado...

A luz, vem do olhar sincero,
que em silêncio diz:

"Conta comigo"

Autora: Sandra Ribeiro

(Uma homenagem aos meus Grandes e sinceros amigos)

5 de abr de 2011


Se você estivesse comigo agora...

Eu não deixaria você partir.

Eu te amaria sem pressa,
sem me preocupar com
o amanhã...

Te daria motivos,
para querer ficar ao
meu lado por muito tempo...


» Autora: Sandra Ribeiro